Post publicado por César
04.12

Sem título - Cópia - Cópia

A mãe de Kesha, Pebe Sebert, também entrou com uma ação contra o produtor musical, Dr. Luke, onde ela alegou que o produtor lhe atormentou, em virtude das alegações de estupro cometido contra sua filha.

Em sua ação, Pebe afirma que o produtor, de fato, estuprou sua filha, e que “isso é algo intolerável em uma sociedade civilizada”. Pebe também alega que, como resultado disso tudo, ela ainda sofre de angústia emocional e transtorno de estresse pós-traumático.

Pebe basicamente reitera as alegações de Kesha em sua ação judicial, e reafirma que, Dr. Luke realmente deu a Kesha a droga conhecida como o “boa noite cinderela”. Em sua nova ação, Pebe também acrescenta detalhes de que, o produtor musical se gabava de pegar garotas no primeiro encontro, deixá-las embriagadas, e então “praticar sexo anal com elas”.

Pebe também afirma que, Dr. Luke traficava drogas para artistas, e por isso ele adquiriu o pseudônimo “Dr.”, durante os 10 anos em que foi guitarrista da banda do Saturday Night Live.

Quanto ao transtorno de estresse pós-traumático, Pebe alega que sua pressão arterial disparou para 265/180 e, durante uma sessão de terapia, ela ficou histérica e começou a ter convulsões, a ponto de precisar ser medicada.

Fonte: TMZ.com



Twitter



Facebook