Post publicado por Samuel D
12.05

Hoje, o site Page Six divulgou que Dr. Luke está solicitando que Kesha apresente atestados médicos que provem a acusação de estupro por parte da cantora.

Lukasz Gottwald, disse em uma nova ação judicial preenchida em Manhattan que a cantora não apresentou nenhum documento terapêutico quando o acusou de trauma físico, emocional e sexual.

Os advogados de Kesha contrariaram a ação do produtor nessa última terça-feira (10) , alegando que a cantora tem o direito de fazê-lo, pois as consultas terapêuticas guardam os pensamentos e sentimentos mais íntimos de uma pessoa, que devem ser protegidos. Eles também disseram que se os registros de Kesha forem liberados, sessões de terapia privadas de outros vítimas de estupro também poderão ser divulgadas, o que é ilegal.

Há um tempo atrás, após favorecer Sony/Dr. Luke no tribunal e afirmar que Kesha não tinha evidências suficientes para provar que realmente sofreu abusos sexuais do produtor, a juíza responsável pelo julgamento já havia solicitado um laudo médico que provasse a acusação de estupro.

Segundo os documentos do caso, Kesha afirma que, após ser drogada pelo produtor, ela acordou nua em seu quarto de hotel, ligando imediatamente a sua mãe (Pebe) para denunciar o ocorrido. Durante a ligação, Kesha também teria afirmado a Pebe que necessitava ir ao pronto socorro, porém não se tem informações se Kesha realmente passou por um médico depois de ser abusada pelo produtor.

Fonte: Page Six

 



Twitter



Facebook