Post publicado por Samuel D
30.04

Depois de quase 3 anos sem nenhum lançamento oficial, Kesha ganhou autorização para gravar uma nova versão da música “True Colors”, do Zedd. O lançamento oficial ocorreu nas últimas horas da quinta-feira e, não muito tempo depois, a música já se encontrava em posições boas no iTunes Brasil e ao redor do mundo.

Abaixo você confere a síntese das principais críticas da música por tablóides norte-americanos:

  • Rolling Stone descreve a música repaginada como um “retorno triunfal” para Kesha: “A letra permanece a mesma na versão de Kesha, mas o estilo é mais grandioso”
  • Huffington Post classificou a nova versão como um “update emotivo graças aos vocais sombrios de Kesha”.
  • NME declara a música como uma “temperamental balada electro-gótica” e acrescenta que “o conhecimento sobre as disputas judiciais de Kesha pesam sobre esta nova versão, mergulhando nas letras, que falam sobre a superação do sofrimento e o conhecimento de nosso próprio valor, com um poderoso novo significado.”
  • Vanity Fair reconhece que “Kesha soa mais poderosa do que nunca […] quando ela canta ‘não irei me desculpar pelo fogo em meus olhos’, é bem óbvio para quem a mensagem é destinada.”
  • Glamour diz que a música “nos da arrepios” e acrescenta, “é um hino perfeito enquanto Kesha supera um momento devastador em sua vida e carreira.”
  • Marie Claire afirma que a canção é, em uma palavra, “libertadora”, além de expressar que estava sentindo falta do brilho de Kesha.
  • The Guardian analisa a faixa no contexto geral da carreira de Kesha: “Kesha tem sido uma rainha do pop dance graças ao sucesso estrondoso de  ‘TiK ToK” e seus seguintes líderes das paradas, ‘Blow ‘e’ Take It Off ‘. Seu último álbum de 2012, ‘Warrior’, apresentou um lado mais cru de si: em “Dirty Love”, Kesha abraçou sua roqueira interior de maneira convincente, murmurando ao lado de Iggy Pop. ‘True Colors’ ainda é uma canção pop em todos os aspectos,  mas há rangidos em sua entrega.”
  • Salon resume a volta de Kesha com: “Enquanto a disputa criativa de Kesha continua, essa é uma nova encarnação dela, uma versão que está pronta para declarar ‘Eu não tenho medo, eu não tenho’, e fazer isso com tanta alegria é sempre bem-vindo.”

Saiba como ajudar na divulgação de “True Colors”

Captura de Tela 2016-04-30 às 04.22.44



Twitter



Facebook