Post publicado por Samuel D
03.12

Ao que tudo indica, o real 2º Single da era Rainbow será a faixa “Woman”, segundo afirmações de JJ Ryan, radialista do iHeartRadio e outras fontes confiáveis.

Sendo assim, “Learn To Let Go”, anteriormente confirmado como single por Kesha durante uma entrevista no EMA’s, aparentemente ficará limitada ao território europeu, ou a decisão fora revogada, visto que “Woman” esta tento um desempenho mais satisfatório, pelo menos nos EUA, onde atualmente ocupa o 2º lugar na parada “Dance Club Songs”, da Billboard.

Ainda circulam rumores de que Kesha estaria trabalhando em uma nova versão da música em colaboração com o rapper Macklemore, com que ela já trabalhou recentemente na faixa “Good Old Days”. Os dois foram vistos ontem (1) em um set de gravações em Los Angeles, com um figurino dourado muito semelhantes ao usado no videoclipe já lançado de “Woman”! Além disso, o fato da versão original da música possuir muitos palavrões, principalmente no refrão, dificultaria sua reprodução nas rádios norte-americanas, justificando assim a necessidade de uma versão alternativa de “Woman”.

E aí, o que vocês acham da possibilidade?

 

 

 


Post publicado por Samuel D
12.11

Hoje (12), Kesha compareceu ao EMAs para uma performance linda de “Learn To Let Go”, música a qual ela confirmou ser o 2º single oficial do álbum “Rainbow” durante uma entrevista nos bastidores da premiação! Confira trecho da performance: 


Post publicado por Pedro I.
22.09

Ontem (22.09), Kesha gravou mais uma performance de “Praying” para a televisão norte-americana, desta vez para o The Ellen DeGeneres Show, da CBS. Confira a performance:

O programa vai ao ar hoje, às 17:00 (horário de Brasília) pela CBS. Clique aqui para assistir via streamming.

Lembrando que a cantora retornará ao programa na próxima segunda-feira (25), ao lado de Macklemore, para promover o single “Good Old Days”.


Post publicado por Samuel D
19.09

SPOTIFY: link

iTUNES: em breve

 

 


Post publicado por Samuel D
17.08

Hoje, caiu na rede um pequeno trecho do videoclipe de “Hymn” (que não iremos divulgar por respeito a cantora), reforçando assim as suspeitas de que a faixa será o 2º Single oficial extraído do “Rainbow”, novo álbum de Kesha. 

O fato é que especulações  sobre o lançamento de “Hymn” como single oficial já vêm borbulhando há algum tempo. Segundo insider, a música inicialmente seria o terceiro lançamento de Kesha nas semanas em que a cantora liberou uma faixa por vez, porém os planos mudaram para aproveitar o buzz de “Praying” e “Woman”. Algumas semanas depois, Kesha lançou “Hymn” como Single promocional, e… surpresa: Ao contrário de todos os outros lançamentos (oficiais e promocionais), o hino não contou com lançamento conjunto com videoclipe, apenas um áudio oficial, reforçando a hipótese de que a faixa seria trabalhada como Single oficial futuramente, já que Kesha já havia confirmado a existência de um vídeo para a canção. 

Agora é questão de esperarmos para ver qual vai ser o desfecho do Hymnário. 

UPDATE: O trecho do clipe de “Hymn” não foi vazado e sim anexado oficialmente em um anúncio promovido por Kesha no Facebook! Confira:

 


Post publicado por Samuel D
14.08

Mesmo após 5 semanas desde seu lançamento, “Praying” alcançou sua melhor posição até agora essa semana na Hot 100. Impulsionada pelo lançamento do “Rainbow”, a faixa recentemente voltou ao top 10 do iTunes, garantindo a posição #24 na principal parada norte-americana de singles. Confira: 


Post publicado por Samuel D
28.07

Desde o lançamento de “Praying”, lead single do terceiro álbum de estúdio de Kesha, a cantora vem liberando singles promocionais semanalmente, exceto pelo dia 20 de julho, dia especulado para a liberação de “Hymn”, porém não ocorrido.

O fato é que, conforme comentado por insiders, o plano de Kesha e sua gravadora para a promoção do novo material seria transformar um dos singles promocionais no segundo Single oficial do registro, podendo explicar (ou não) o fato da canção ter tido seu lançamento segurado mesmo após alguns indícios de que sairia no último dia 20.

O lado bom é que parece que estamos cada vez mais perto de ouvir “Hymn”, música que também pode ser a aposta de Kesha e sua gravadora para o segundo Single oficial do álbum “Rainbow”. Fãs que compraram o álbum “Rainbow” no site oficial de Kesha receberam a seguinte mensagem via e-mail:

“Seu pedido lhe qualifica para baixar de graça o novo Single “Hymn” no dia 03 de agosto às 9h.”

Uma arte inédita também vem sendo associada a canção, porém ainda é incerto se servirá de capa para o Single ou apenas uma imagem promocional. 


Post publicado por Samuel D
17.07

qKesha tem apostado em lançamentos em dias diferenciados quando se leva em consideração o calendário de contagem da indústria fonográfica, que reinicia sempre às sextas-feiras. Sendo assim, com lançamentos às quintas, Kesha tem apenas 1 dia de contagem para as paradas da semana seguinte, o que deixou “Praying” fora da Hot 100 na semana passada, debutando apenas no Bubbling Under em #4 (que lista as músicas que quase entraram para a parada principal). 

Porém, com o desempenho da semana passada, o novo single de Kesha conseguiu entrear direto dentro do Top 25 da parada, aparecendo em #25 na lista das 100 músicas que estão fazendo mais sucesso em solo norte-americano!

Já em solo Australiano, contabilizado pelo ARIA Australian Top 50, “Praying” debutou em #19.

 


Post publicado por Samuel D
08.07

Pitchfork, remonado site na indústria músical, deixou sua opinião sobre o novo single de Kesha, “Praying”. A crítica foi positiva! Confira:

No final de “Praying”, Kesha solta um pequeno suspiro de alívio. Ela acaba de gritar alto, destacando-se acima de um coro jubiloso durante o clímax de sua primeira nova música em quatro anos. Mas, liricamente, a balada é ligeiramente restrita, pelo menos considerando tudo o que ela passou. É como dizer à pessoa que arruinou sua vida “se cuidar” quando você realmente quer dizer “foda-se”. Apenas uma vez ela realmente transpareceu raiva: “Quando estiver acabada, eles nem saberão o seu nome.” Kesha tem endurecido suas indiretas para os homens em suas músicas a algum tempo, mas o contexto aqui faz isso particularmente violento.

Alguma música sobre abuso já foram tão pública quanto? Nos últimos anos, confessionários como “Til It Happens To You” de Lady Gaga direcionaram uma luz necessária sobre o problema, mas raramente conhecemos os dois lados da história em detalhes tão minuciosos quando ouvimos essas músicas. Ainda mais raro que um homem poderoso veja sua carreira sofrer por essas acusações (embora a mulher sempre sofra). Embora a Sony finalmente tenha cortado os laços com o Dr. Luke, com quem Kesha trabalhou em estreita colaboração e esteve envolvido em uma batalha legal com anos por causa de seus abusos habituais, “Praying” foi lançado pela marca própria de Luke, Kemosabe, devido a obrigações contratuais.

Apesar dessas circunstâncias, “Praying” marca um novo começo significativo para a Kesha. A cantora bravamente assumiu seu abusador, viu #FreeKesha transformado-se em um grito de união, e agora decidiu que ela irá avançar vitoriosamente, mesmo que o tribunal não tenha exatamente aparentado isso. É uma declaração poderosa de resiliência, mesmo que a melodia de piano familiar da música resultante pareça comparativamente morna.

Em teoria, “Praying” era um grande hino antes mesmo de sua primeira nota ser composta, e parece que a música foi construída para fazer jus a essa qualidade. No seu início, ela expõe seus sentimentos mais profundos, como Adele cantando com palavras faladas; No fechamento, como Florence Welch comandando uma orquestra. Mas no meio há a voz de Kesha, menos manipulada digitalmente e mais forte do que costumava aparecer nos registros produzidos por Luke. Ele não pode mais tirar isso dela.

Por Jillian Mapes | Senior Editor da Pitchfork


Post publicado por Samuel D
06.07

Ela esteve a beira da morte, mas está de volta. E isso é só o começo. 

Kesha resolveu estrear sua nova música, “Praying”, direto com um videoclipe maravilhoso, que mostra a cantora em uma praia, após quase ter morrido em alto mar (uma clara alusão aos baixos vividos pela cantora durante seu processo judicial). Ao final, ela avisa que isso foi só o começo, deixando subentendido que há mais coisas a caminho! Confira:

 

A música já foi adicionada no Spotify, clique aqui.

Assista o vídeo e dê play na faixa quantas vezes puder , pois cada 1.500 visualizações contam como 10 vendas puras para a faixa! 

Twitter: @Keshabrsite

Facebook: fb.com/KeshaBrasil


Page 1 of 212


Twitter



Facebook