Post publicado por Samuel D
22.09

Hoje, a DJ e cantora australiana Havana Brown lançou seu single de retorno, intitulado “Like Lightning”. A canção é uma parceria com Dawin e tem sua composição assinada por Kesha, John Crichton, James Newman e Dawin Polanco. Confira a música, sua letra e respectiva tradução:

 

[Verso 1: Havana Brown]
Like lightning / Como um relânago
Do you still like me? / Você ainda gosta de mim?
You still into me and you? / Você ainda está a fim de nós?
I think you kinda crazy / Eu acho que você é meio louco
Maybe I’m crazy too / Talvez eu seja louca também
It hit me like lighting / Me acerta como um relâmpago
Like a bullet from across the room / Como uma bala atravessando da sala
I know it’s kind of frightening / Eu sei que é meio assustador
I guess I really like you too / Eu acho que também gosto de você

[Pré-refrão: Havana Brown]
It’s like every little thing you do / É como se cada coisinha que você faz
Makes me feel funny like I’m back at school / Me faz sentir engraçada como se eu estivesse na época da escola
I just want me and you / Só quero eu e você
What’s the point of love unless you tell the truth / Qual é o sentido do amor a não ser que você diga a verdade

[Refrão: Havana Brown]
Light me up, light me up, light me up / Me acenda, me acenda, me acenda
Like lightning / Como um relâmpago
(x4)

[Instrumental Break: Havana Brown]
Like lightning / Como um relâmpago
(x3)

[Verso 2: Havana Brown]
Babe you gotta chase me / Baby, você tem que me perseguir
If you wanna hold these cards / Se quiser colocar as mãos em mim
Nothing’s gonna phase me / Nada vai me fazer desaparecer
Come and show me who you really are / Venha e me mostre quem você realmente é
Could be rolling like thunder / Poderia estar rolando como um trovão
Nothing’s gonna stop us now / Nada irá nos parar
Never going under / Nunca estaremos por baixo de nada
Let’s show ’em what it’s all about / Vamos mostrar as pessoas o que isso representa

[Pré-refrão: Havana Brown]

[Refrão: Havana Brown]

[Instrumental Break: Havana Brown]

[Ponte: Dawin]
I keep me emotions down under / Eu mantenho minhas emoções escondidas
Trying to focus on fun stuff / Tentando focar em coisas engraçadas
But I’ll bring you lightning and thunder / Mas irei te trazer relâmpagos e trovões
To power your heart until it functions / Para alimentar seu coração até que ele funcione
Just tell me you’re gonna return the feeling / Apenas me diga que você irá trazer de volta o sentimento
‘Cause baby you know I give you the real thing / Porque, baby, você sabe que eu te dou sentimentos reais
And my love will be a shock to your system / E meu amor vai ser um choque para o seu sistema
Look nobody can replace my position / Olhe, ninguém pode substituir meu lugar

[Pré-refrão: Darwin & Havana Brown]
It’s like every little thing you do / É como se cada coisinha que você faz
I just want me and you / Eu só quero eu e você

[Refrão: Havana Brown]

[Refrão: Havana Brown & Darwin]


Post publicado por Samuel D
11.09

Hoje, Kesha usou seu instagram para anunciar que está em estúdio com um(a) artista premiado(a) pelo Grammy Awards!

making a FUCK OFF song with a casual Grammy award winning secret person ✨✨☄☄☄⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️ I got a good feeling about this one …….

Uma foto publicada por Kesha (@iiswhoiis) em

“Fazendo uma música FODA com um(a) casual ganhador(a) secreto(a) do Grammy Awards (…) Tenho uma boa sensação sobre essa música….”

Foi mais que o suficiente para gerar grande agitação entre os fãs, que estão tentando descobrir quem esteve em estúdio com Kesha hoje.

Levando em consideração que o(a) artista em questão não precisa ser necessariamente um cantor(a), podendo ser um(a) escritor(a)/produtor(a), e os nomes que apoiaram Kesha durante sua batalha judicial, temos aqui uma listas das pessoas mais favoráveis a terem colaborado com Kesha nessa sessão secreta:

Lady Gaga

Ganhadora de 6 gramofones de ouro, Lady Gaga demonstrou enorme apoio a Kesha durante a batalha judicial que a cantora vem enfrentando.

Taylor Swift

Dona de 10 Grammy Awards, Taylor Swift ajudou Kesha emocionalmente e financeiramente esse ano. Aparentemente, as duas se aproximaram bastante nos últimos meses, Kesha foi convidada a passar o feriado de 4 de Julho com a cantora e outros amigos. Alguns fãs estão apostando na Taylor pelo fato da cantora ter começando a gravar seu próximo álbum recentemente e também pelo fato de Kesha ter usado 13 (número da sorte de Taylor) emojis para anunciar a novidade.

Lorde

Possuidora de 2 prêmios Grammy, Lorde não se calou ao saber que Kesha teve seu pedido de liminar negado e foi ao Twitter mandar energias positivas para a colega.

Adele

Premiada 10 vezes pela academia do Grammy Awards, Adele demonstrou publicamente seu apoio a Kesha. Ao ganhar o prêmio de Melhor Cantora Britânica pelo BRIT Awards, Adele subiu ao palco e dedicou-o a cantora.

Jack Antonoff

Co-escritor/produtor de 3 músicas do álbum 1989, de Taylor Swift, Jack possui 3 gramofones dourados. O músico ofereceu ajuda a Kesha no começo do ano, e disse estar disposto a gravar algo com a cantora e depois vazar online.

Diane Warren

Compositora responsável por “Til It Happens To You”, Diane e Kesha se também se aproximaram bastante. Diane assumiu o piano enquanto Kesha fez um cover de TIHTY em um evento da The Humane Society esse ano. Warren possui 1 Grammy Award pela composição da música “Because You Loved Me”, de Celine Dion.

Diplo

O produtor é dono de 2 prêmios Grammy. Atualmente, Kesha está participando do Mad Decent Block Party, festival organizado por Diplo e sua gravadora.

ZEDD

O produtor e DJ possui um Grammy em sua estante pelo hit “Clarity” e é grande amigo de Kesha, visto que os dois ja trabalharam juntos em “True Colors”.
Não deixe de deixar sua opinião e aposta sobre quem é a pessoa misteriosa com quem Kesha dividiu o estúdio hoje!

*Essa lista foi baseada nos artistas que demostraram apoio a cantora ou tiveram seus nomes associados a cantora recentemente.


Post publicado por Samuel D
08.09

Recentemente, Kesha foi entrevistada pela Glamour e opinou sobre a violência armada nos EUA e um mashup de Obama e Hillary Clinton cantando “Timber”, música de Pitbull com participação da cantora. Confira a entrevista traduzida:

GLAMOUR: Você esteve na Convenção Nacional do Partido Democrata em julho, performando em um evento da PAC para soluções responsáveis. Quando e como foi seu primeiro contato com a questão da violência armada?

KESHA: Infelizmente, crescer nos EUA significa que é muito comum ouvir falar de pessoas sendo baleadas diariamente. Parte meu coração e me deixa enjoada cada vez que ouço de sobre pessoas inocentes sendo mortas por armas de fogo. A violência armada é uma epidemia nos Estados Unidos. Não podemos ignorar todos os fuzilamentos em massa e vidas perdidas devido à falta de controle de armas. As pessoas continuam jogando as mãos para cima em derrota em relação a este problema, mas isso não é mais uma opção, precisamos mudar imediatamente. E não devemos nos dividir por nossas preferências políticas em relação a esta questão, pois afeta a todos. É a nossa segurança coletiva – são nossos membros da família indo à escola, a um clube, ao cinema e voltando para casa seguros. Eu entendo que o direito de possuir uma arma é uma questão constitucional, mas a nossa primeiro direito como seres humanos é viver. Por não colocar algum tipo de limites à posse de armas, o direito de viver com simplicidade é tirado de algumas pessoas sem motivo. Por que um caçador precisa de um rifle de assalto? E se qualquer pessoa pode comprar um rifle de assalto, por que não podemos nós todos comprar lançadores de granadas propelidas por foguetes? Onde está essa linha exatamente? Você não pode prever quando a raiva ou ressentimento de alguém irá tornar-se tão profundo ao ponto de quererem matar outra pessoa, mas você pode controlar quem tem acesso a armas, e que tipo de arma eles têm acesso. Eu amo como nosso país e livre e acredita que o amor e empatia podem curar as divisões, mas se os nossos políticos, independentemente do partido, não fizerem algo para reduzir os frequentes fuzilamentos em massa e violência diária, eles não estão fazendo seu trabalho. Não podemos apenas continuar a fechar os olhos. Eu acredito em manter os EUA livres como qualquer outra pessoa, mas, como seres humanos, precisamos abrir essa discussão para a mudança real. Nós temos que fazer algo para manter a nós mesmos, nossas famílias, e todos os nossos irmãos e irmãs seguros, estamos todos juntos nisso.

GLAMOUR: Você frequentemente fala sobre como amor e empatia podem nos curar, como nós temos que amar uns aos outros e nos dar apoio, o que é uma contradição à mensagem de Donald Trump nesta eleição. Como você reagiu à retórica odiosa de Donald Trump?

KESHA: O amor derrota o ódio, ponto. E por favor não vamos dar o controle de armas nucleares a um homem que se descontrola por um comentário negativo no Twitter. Isso me assusta.

GLAMOUR: Você já viu o vídeo de Clinton e Obama”cantando” “Timber” e você tem algum pensamento sobre ele?

KESHA: Eu amo aquele mashup. Hillary e Obama formam uma ótima dupla de rap.

GLAMOUR: A que questão essa eleição se resume para você e por quê?

KESHA: Para mim, é sobre direitos humanos. É sobre quem vai dar apoio e lutar pela igualdade para todo humano, sem importar a cor de sua pele, orientação sexual, identidade de gênero, fundo socio-econômico, ou qualquer outra coisa. Eu acredito que nós precisamos de um líder que irá nos unir. Baseado na plataforma atual dela, eu apoio a Hillary Clinton. Essa eleição é sobre esperança contra o medo, e eu escolho a esperança.


Post publicado por Natália H.
24.08

O tabloide americano Page Six publicou uma matéria onde diz que a juíza Shirley Kornreich, responsável por dar Dr Luke como inocente no caso judicial, é casada com o advogado Ed Kornreich é um parceiro da Proskauer Rose, uma firma de advogados que tem a Sony/RCA como clientes.
Veja a tradução do artigo:

A Sony Music e a RCA tiveram vantagem sobre a cantora Kesha quando a Corte Suprema de Justiça Shirley Kornreich quando dispensou o caso dela contra o produtor Dr Luke em Abril?

O marido de Kornreich, Ed Kornreich é um sócio da Proskauer Rose, uma firma de advogados que tem Sony/RCA como cliente.

“Parece haver um forte conflito de interesse”, um insider de música diz.

Kesha retirou o seu processo judicial contra Dr Luke por assédio sexual e abuso, na California, dizendo que ela “queria ter a sua música lançada” esse mês. Mas ela continua apelando em Nova Iorque.

“Esse processo é tão pesado no meu, uma vez, espírito livre e eu só posso rezar para um dia sentir felicidade de novo,” a cantora disse em seu Facebook.

Sony não comentou sobre.

ATUALIZAÇÃO:

Em uma recente conferência de status do caso, tanto os advogados de Kesha quanto os de Dr. Luke concordaram que a juíza deve ser retirada do caso, visto que há um conflito de interesses entre Kesha e a júri. Provavelmente a equipe de Dr. Luke concordou com a idéia para que a equipe de Kesha não possa usá-la contra ele no futuro.

De qualquer maneira, a retirada definitiva da juíza está para ser confirmada, e o caso segue adiante, porém com as acusações de violência sexual retiradas.

Fontes: PS | PH

 


Post publicado por Samuel D
15.08

Após retirar acusações contra Dr. Luke no estado da California, com intuito de facilitar sua volta ao mundo da musica, Kesha não usará mais a alegação de abuso sexual como argumento de defesa para o caso de New York. Confira o update do The Hollywood Reporter:

Batalha legal de Kesha continua. Ela já deu um passo atrás em sua ação judicial contra Dr. Luke na Califórnia. Agora, enfrentando reivindicações do produtor de ter violado seu contrato e ter perdido a maioria de seus contra-argumentos (atualmente o assuntoaser discutido), Kesha confirmou a um juiz de Nova York na sexta-feira que ela não vai estar contando com  a alegação de abuso como uma defesa no caso contra Luke, que diz respeito a violação do contrato.

Apesar da perda do argumento, é esperado que a batalha judicial continue para a decisão das questões contratuais entre Kesha e o produtor.


Post publicado por Samuel D
13.08

Ontem (12), em um show da Fuck The World Tour em Detroid, Kesha adicinou um cover de Britney ao setlist do show! A música escolhida foi o hit “Till The World Ends”, que na verdade foi escrito por Kesha. Confira trechos da performance:



Post publicado por Samuel D
07.08

Mesmo com estréia programada para dia 9, Kesha realizou o primeiro show no formato da Fuck The World Tour ontem (7), em Atlantic City, Nova Jersey! Confira abaixo todas as informações sobre essa primeira apresentação:

Merchandising

A loja oficial da turnê contou com 3 modelos exclusivos de camisetas, inclusive uma delas possui uma arte inédita da cantora! Confira:

Setlist

Todas as músicas ganharam uma roupagem diferente, exceto Tik Tok:

  1. We R Who We R
  2. Your Love Is My Drug
  3. Dinosaur
  4. Nightclubbing (Cover de Iggy Pop)
  5. True Colors
  6. Blow
  7. Speaking In Tongues (Cover de Eagles Of Dead Metal)
  8. Boots & Boys
  9. Cannibal
  10. Timber
  11. Tik Tok
  12. Jolene (Cover de Dolly Parton)/ Old Flames Can’t Hold a Candle To You
  13. I Shall Be Released (Cover de Bob Dylan)

Fotos (HQ)

*Confira as fotos amadoras em @KeshaBRSITE

Vídeos

Intro:


We R Who We R:


Your Love Is My Drug:


Dinosaur:


Discurso:


Nightclubbing:


True Colors:


Blow:


Speaking In Tongues:


Boots & Boys:


Cannibal:


Post publicado por Samuel D
01.08

Dia 15 aconteceu uma conferencia do caso Kesha vs. Dr. Luke para discutir o andamento do processo aberto por Kesha na Califórnia contra o produtor. A cantora e o produtor vêm se enfrentando judicialmente em Nova York, e o caso aberto por Kesha em LA estava em espera por todo esse tempo, pois, contratualmente, quaisquer disputas legais entre os dois devem ocorrer em NY.

Na esperança de colocar a sua carreira de volta nos trilhos, Kesha enviou 28 novas músicas para sua gravadora e deixou para trás suas ações legais contra Dr. Luke no estado da Califórnia. A batalha em Nova York, entretanto, continua de pé, porém a juiza rejeitou as alegações de abuso sexual contra Dr. Luke em abril.

“Kesha rejeitou sua ação na Califórnia sem maiores problemas enquanto prossegue com seu apelo e outras reivindicações legais nos tribunais de Nova York” disse Daniel Petrocelli (advogado da cantora) em uma declaração oficial. “Kesha está focada em voltar a trabalhar e já entregou 28 novas músicas para a gravadora. Comunicamos a Sony e a gravadora que ela tem grande vontade de lançar seu próximo álbum e single mais rápido possível.”

Kesha tem gravado as novas faixas com seu próprio dinheiro nos últimos meses, e as enviou para a gravadora de Dr. Luke, Kemosabe, esperando lançar um single e um álbum mais rapidamente possível.

Fonte: RollingStone

[ATUALIZAÇÃO] Via redes sociais, Kesha se pronunciou sobre a notícia e afirmou que o fato dela ter retirado as acusações contra Dr. Luke na Califórnia não significa que ela está desistindo do processo, afinal, a disputa continua em Nova York.

 “Minha luta continua. Preciso lançar minha música. Eu tenho muito a dizer. Esta ação judicial pesa muito em meu espírito que uma dia já foi livre, e eu só posso orar para que um dia sinta a felicidade novamente. Eu continuarei a lutar pelos meus direitos em Nova York. Obrigada por todo o apoio. O apoio dos meus fãs tem sido tão lindo e eu sou muito grata por isso. Eu não tenho certeza de onde eu estaria sem vocês todos.”


Post publicado por Samuel D
28.07

Após a festa de 4 de julho que Taylor Swift deu, Ruby Rose começou a se referir a Kesha, Cara Delevingne e Uzo Aduba como a “patrulha fantasma”, e finalmente sabemos a razão do apelido.

Recentemente, Cara participou do Talkshow Late Late Show with James Corden e compartilhou um episódio ocorrido na festa de Swift. Segundo a modelo, enquanto Kesha e as irmãs HAIM estavam dormindo, ela, Ruby e Uzo decidiram pregar uma senhora pegadinha nelas, e precisaram pedir permissão a Taylor Swift e seu namorado Tom Hiddleston, pois a casa possui muitos sistemas de segurança que precisariam ser desligados para a brincadeira, confira o relato:

“Kesha estava dormindo no andar de cima com as irmãs Haim, na parte mais assustadora da casa. Elas ficaram assistindo um programa sobre assassinatos misteriosos o todo o dia. Eu, Ruby Rose, e Uzo Aduba decidimos nos tornar uma tripulação fantasma e montamos um plano super elaborado para dar um super susto nelas. Pegamos tochas, alto-falantes, fizemos até efeitos sonoros. Íamos pegar cadeiras de balanço e colocar pedaços de fio para balança-las. Fizemos o pacote completo.”

Segundo Cara, Kesha e as irmãs HAIM quase chamaram a polícia durante a pegadinha: “O que é engraçado, porque eu amo o fato de você ter que chamar a polícia por pensar que havia um fantasma na sua casa” – Completou a modelo.

Confira o vídeo da entrevista:

Fonte: EW


Post publicado por Samuel D
27.07

“The time has come to get creepy” – Avisou Kesha sobre seu novo projeto, a “Fuck The World Tour”, que passará por 7 cidades norte-americanas no próximo mês. Segundo a cantora, veremos um lado dela jamais visto: o assustador.

Não é preciso ser fã de carteirinha para saber que Kesha gosta de flertar com outros gêneros musicais, principalmente o rock. Fã assumida de Iggy Pop, Alice Cooper e outras personalidades do gênero, Kesha nunca escondeu seu amor pelo estilo musical, inclusive faz questão de deixar claro que Dirty Love (sua parceria com Iggy Pop) é sua canção favorita de seu mais recente álbum de estúdio, “Warrior”, que conta ainda com algumas outras faixas pop-rock, como “Only Wanna Dance With You” e “Gold Trans Am”, essa última possui inclusive um sample de “We Will Rock You”, do Queen. 

Mais sutil mas não menos influente, temos a relação de Kesha com a música country, que apesar de ser um gênero não muito explorado pela cantora em seus álbuns (com excessão para a faixa “Wonderland”),  já marcou presença em performances ao vivo da cantora, como na vez que ela apresentou um cover de Free Fallin’, do Tom Petty.  

E são exatamente esses dois gêneros que Kesha prometeu explorar em sua nova turnê, inclusive é esperado que a cantora apresente novas versões de seus conhecidos hinos pop, afim de adapta-los a sonoridade do show. 

Outro diferencial é que desta vez Kesha não estará sozinha: a turnê vem assinada por “Kesha And The Creepies” e contará com a participação de uma banda de rock formada por amigos da cantora. No começo do ano, Kesha chegou a se apresentar com os colegas em questão, aderindo o nome de “Yeast Infection”. Está ai nossa maior pista do que pode estar por vir na Fuck The World Tour.


Page 21 of 48« First...10...1920212223...3040...Last »


Twitter



Facebook